O instagram é umas das ferramentas de marketing digital mais efetiva que temos no mercado, se não for a mais relevante.

Mas muitos não sabem a diferença entre publicar no feed, nos stories ou no IGTV e na grande maioria dos casos, publicam o mesmo conteúdo em todos os espaços do Instagram.

Eu super entendo que alcançar seus leads é o que importa, mas se a intenção é ter resultados expressivos, precisamos pensar ao longo prazo e meu papel aqui não é criticar o que você faz, mas tentar trazer hacks que iram ajudar na performance das suas mídias.

E para começar vamos falar do feed. Desde o início do instagram o feed foi focado em fotografias e ao passar do tempo começaram utilizar também para inserção de design gráfico, peças publicitárias desenvolvidas por criativos, com letreiros e todo aquele marketing que você já está cansado de ver por aí…

Mas o feed não foi preparado pra isso, então o instagram distribuí seu conteúdo conforme a quantidade de texto que está inserida na imagem. Muitos de vocês já devem ter visto a política de 20% de texto na imagem, que muitas vezes não conseguia impulsionar publicações por exceder 20% da imagem utilizando texto. Porém hoje o formato utilizado é por quadrantes, ou seja, pega sua imagem e divide por 9 quadrados, vai ficar com 3 quadrados em cima, 3 no meio e 3 embaixo. E cada quadrante que você invade, perde uma porcentagem de distribuição, ou seja, mesmo que não tenha colocado um letreiro enorme, pode ser que esteja pegando 2, 3 ou até mesmo 4 quadrantes na mesma imagem.

Então esse é um ponto importantíssimo a seguir.

E o queridinho stories é a nova febre, como a grande maioria sabe está ferramenta foi uma cópia do Snapchat, que é bem popular nos estados unidos,  titio Mark tentou comprar essa plataforma e não conseguiu, então ele foi lá e criou a dele e hoje é muito maior que o Snap e isso pelo fato de ser bem mais fácil você utilizar uma única ferramenta para publicar, ou seja, no seu feed, no seus stories e compartilhar a mesma rede de amigos.

E o ponto que destaca essa plataforma é o poder da humanização que ele constrói, pois todos nós colocamos boa parte do nosso dia a dia nesta plataforma, mas claro, somente as coisas boas e o que faz sentido publicarmos. Principalmente por celebridades e influencers, todo fã quer saber o que seu ídolo faz e com isso a revista tititi tomou um baque ein.

Essa plataforma não foi criada para conteúdos longos, se você é do tipo que cria milhões de stories e fica com a sua timeline com pontos ao invés de traços, para que está feio! A não ser que você seja muito popular e tenha milhares de pessoas olhando seu conteúdo, mas ai a dica que eu te dou é, vai criar conteúdo para o YouTube e ficar rico! Ou mais rico… Seila.

E o principal, seja real, seja autêntico, pois as pessoas querem saber quem você realmente é e não apenas seu lado artista.

E já que falamos sobre ter pingos nos stories, uma solução é usar o IGTV para conteúdos um pouco maiores.

O IGTV veio com a intenção de substituir ou ser tão forte quanto o YouTube, porém existem algumas variáveis que tornam está plataforma muito diferente dos métodos tradicionais de consumo de conteúdo, isso falando de YouTube, Netflix, Televisão entre outros que utilizam o formato tradicional, que é na horizontal, ou o mais conhecido como 1920×1080 pixels.

O IGTV foi pensado exclusivamente para mobile, por isso o formato utilizado é na vertical e consequentemente ele torna-se um espaço de criação de conteúdo curto, pois se ele foi pensado para ser assistido na palma da sua mão, logo você irá sentir um desconforto e vai parar de assistir. Então o meu conselho é criar conteúdo mais objetivos de 30 segundos há 2 minutos.

E um formato que dá muito certo no IGTV é utilizar 3 conceitos chaves, por exemplo “por que usar, como usar e a sua conclusão sobre o assunto”.

Por todas as análises que eu fiz, os canais que mais deram certo foi os que criaram conteúdos exclusivos para o IGTV e não os que reciclaram do youtube. Então se a sua ideia é criar conteúdo para todas as plataformas, perca um pouquinho a mais do seu tempo e crie uma publicação exclusiva para cada espaço.

E o por que é muito simples, além de você criar conteúdo nativos, os seus leads que visualizarem seu feed, stories e IGTV, vão consumir boa parte do conteúdo por ser falado de uma forma diferente, assim seus leads não param de assistir logo no começo do vídeo e não corta sua taxa de engajamento.

Aposto que você não parou para pensar neste detalhe não é?

E outro ponto importante, é que a plataforma analisa se você está aplicando da forma que ela julga correto e ao fazer isso, está ganhando alguns pontinhos de distribuição e chegando mais longe.

E essa é a minha visão sobre o instagram, baseado no que eu vejo dar certo e o que já testei no decorrer dos tempos.

Muitas mudanças estão por vir após retirarem os likes dos perfis entre outras mudanças, mas eu vou atualizando vocês.

Categoria: Marketing Digital, Social Media, Social Media, Instagram e Mídias Sociais